,

"Nasci pela Ingazeiras/ Criado no ôco do mundo./ Meus sonhos descendo ladeiras,/ Varando cancelas,/Abrindo porteiras./ Sem ter o espanto da morte/ Nem do ronco do trovão,/ O sul, a sorte, a estrada me seduz./ É ouro, é pó, é ouro em pó que reluz/ É ouro em pó, é ouro em pó./ É ouro em pó que reluz:/ O sul, a sorte, a estrada me seduz"

- Ednardo



terça-feira, 10 de junho de 2014

encontrados

"foi mistério e segredo e muito mais
foi divino brinquedo e muito mais"


i

morena mourisca de romã
de negros olhos entre os véus
e arquipélagos secretos no corpo

encontra

vaqueiro vagante de cajá
de barbas ruivas sob os sóis
e rios correndo água no rosto

ii

índia arisca de guaraná
de seios doces de açaí
e flechas verdes dos lábios

encontra

sevilhano anarquista azeitonado
de gestos fartos e convictos
e pistola de fabricação soviética no peito

iii

rockeira rebelde de bourbon
de tatuagens coloridas nos braços
e piercing sensual no nariz

encontra

poeta abolicionista de conhaque
de paixão trêmula na voz
e pulmões que precisam de ar fresco

Nenhum comentário:

Postar um comentário